Monday, September 12, 2005

Rima

Eu queria rimar amor com dor.
Rimar beleza com tristeza.
Rimar querer com sofrer.

Mas meu coração tem mania de grandeza.
Nunca se satisfaz com rimas pobres.
Tem mania ser profundo.
Tem mania de versos vinicianos.

Já expliquei mil vezes.
Que eu não tenho vocabulário.
Não tenho, mesmo!
As minhas rimas devem ser pobres mesmo.
Que não existe coisa mais suburbana que eu.

Mas não...
Não se contenta em ser sem decorações.
Tem de ter mais sonetos.
E tem de ter mais purpurina.
E tem de ter mais exageros.

Eu não sei o que faço.
Não posso tirá-lo daqui.
Tenho que viver assim...
Um órgão incontrolável dentro de mim...
E o pior...
É temperamental!

7 comments:

Roberta Laena said...

você tem a rima perfeita sim... porque sabe tocar o coração que a lê, ainda mais quando é um coração andante, que começar a dar os primeiros passos rumo ao desconhecido...
Essa capacidade de tocar um coração é o que faz um poeta!
Você tem o dom, DANI!
beijao pra tu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Irosemberg said...

dani...
como sempre...
lindo, simples, sincero...
voce não escreve... voce beija o papel!!!

Melina said...

Pra quê rimar?

Anonymous said...

A fantastic blog. Keep it up. I'm sure you'd be interested in How to buy & sell everything, like music on interest free credit; pay whenever you want.

Vox said...

tu tens a rima perfeita sim...pode acreditar.

João Lucas said...

ótimo! vamo montar um livro! um sarau na praça!

Belle said...

Adorei seu blog, seu perfil, sua poesia! beijo! tô acompanhando de perto;-)